No panorama académico, um dos dilemas mais presentes na vida dos estudantes que querem fazer o Ensino Superior é a escolha entre os cursos de Economia e Gestão. Mas, se o teu interesse é na área das ciências económicas, por que licenciatura deves optar? Quais as diferenças? Será uma melhor que a outra? Vamos tentar responder a algumas destas questões.

Economia versus Gestão

Filipe Sousa, finalista de Economia na Faculdade de Economia da Universidade do Porto, diz que os cursos são muito semelhantes do ponto de vista curricular, visto que permitem desenvolver competências essenciais para o mundo dos negócios.

Quanto às diferenças: “Economia, enquanto ciência social, foca mais na compreensão global do sistema social e económico e da própria humanidade, assim como as diferentes interações entre os agentes económicos. Se por um lado, Economia investe mais na compreensão global do Mundo, Gestão investe mais no caso particular das empresas e dos desafios que são colocados neste contexto”.

Joana Pereira, ex-aluna do ISEG, partilha da opinião: “licenciatura em Gestão ser mais prática e mais vocacionada para as empresas e organizações empresariais. Uma licenciatura em Gestão compreende formação em áreas como Financeiro, Marketing, Produção e Operações, Recursos Humanos, enquanto que a licenciatura em Economia se foca no estudo dos agentes económicos e funcionamento das economias”.

Relativamente à opção que tomou, Filipe diz que “Economia é uma excelente opção para quem gosta da realidade empresarial e do mundo dos negócios, mas também se importa com questões sociais e de como o Mundo funciona. Do ponto de vista pessoal, considero mais fascinante de que apenas ser formado para o mundo empresarial”.

Por outro lado, a escolha de Joana prendeu-se com o facto de “ser uma licenciatura onde adquires conhecimentos mais práticos e objetivos. Além disso, pela amplitude e diversidade dos conhecimentos – porque abrange formação nas diferentes áreas de uma organização – não é uma licenciatura limitativa, e dessa forma permite-te seguir diferentes caminhos que se possam aproximar mais do perfil de cada pessoa.”

 

Aqui também é importante realçar que o plano de estudos de cada licenciatura não é transversal, pelo que varia de universidade para universidade. O melhor conselho que te podemos dar é que pesquises e compares os diferentes planos curriculares para uma escolha mais informada. Aambas as licenciaturas partilham algumas unidades curriculares, tanto entre si como de universidade para universidade, mas existem algumas diferenças que podes querer considerar na hora de tomares uma decisão.

Saídas Profissionais: concorrem ao mesmo?

Prestes a acabar o percurso académico em Economia, o Filipe considera que em relação ao mundo empresarial os dois cursos têm praticamente as mesmas saídas profissionais, que passam por diversos departamentos e áreas como a financeira, comercial, marketing, auditoria, consultoria, fiscalidade, recursos humanos ou até mesmo liderança de equipas e gestão de projetos.

No entanto, é da opinião que um estudante de Economia tem mais opções: “Tipicamente, um economista executa todas as funções que um gestor pode exercer, partindo num patamar de igualdade no processo de candidatura. No entanto, o contrário não acontece. Setores que integram conceitos globais muito complexos como Banca e Seguros demonstram preferência por pessoas com background de Economia. O mesmo se pode dizer das restantes entidades empregadores que não fazem parte do setor empresarial, nomeadamente instituições com uma grande influência macroeconómica como o Estado, FMI ou a ONU, por exemplo”.

Assim, é verdade que ambas as áreas convergem em determinados aspetos, mas a tendência é que os licenciados em gestão optem por cargos em organizações e empresas, enquanto que os de economia, por terem uma maior amplitude de conhecimentos, tendam a assumir funções mais ligadas a cargos políticos e cargos de alta finança.

Estou indeciso!

Só tu podes decidir a área pela qual queres enveredar. Antes de tomares qualquer decisão entre Economia ou Gestão, despende de algum do teu tempo e compara não só os planos de estudo das duas licenciaturas mas, também, dentro da mesma licenciatura, os planos de estudo das diferentes universidades e politécnicos.

Se tempo é dinheiro, lembra-te que algumas horas custam menos do que três anos. Não tenhas problemas em procurar aconselhamento com pessoas de ambas as áreas para tentares perceber o que é melhor para o teu futuro profissional. Se ainda assim tens dúvidas entre qual a melhor instituição para ti, procura falar com algum aluno ou ex-aluno. Podes também consultar os diferentes rankings existentes (por exemplo, o CWUR), assim como verificar a acreditação e internacionalização do curso.

 

É ainda importante dizer-te que a escolha da licenciatura não te fecha portas em termos de saídas profissionais, pois poderás sempre complementar a tua formação com a escolha de um mestrado na outra área.

 

———————————————————————————————————————————————–

Queres ler mais artigos que preparamos para ti?

Porquê tirar um MBA?

2019-05-23T19:30:12+01:00By |Cursos|

Leave A Comment

+ Subscreve já!

Subscreve já!