Terminaste a licenciatura, o mestrado e/ou as pós-graduações, e vais entrar no mercado de trabalho? Enviaste o teu currículo, foste chamado para uma entrevista, e estás literalmente em pânico ou nervoso? Deixamos-te aqui seis dicas para que sejas a escolha na tua entrevista de emprego.

1. Pontualidade

A primeira impressão que se causa numa entrevista de emprego é de extrema importância e a falta de pontualidade pode ser fatal perante esta situação. Chegar atrasado transparece características nada favoráveis sobre ti, tais como: desorganização, desleixo e falta de interesse e responsabilidade.

Se és daquelas pessoas que nunca chega a horas a nenhum compromisso, faz um esforço e está no local combinado cerca de 15 minutos mais cedo. Se o atraso for mesmo inevitável, avisa o entrevistador logo que possível e, evidentemente faz um pedido de desculpas e justifica-te.

Sabias que…

… a falta de pontualidade é considerada inconcebível por 57% dos empregadores?

2. Imagem e postura exímia

Seguindo o lema “a primeira impressão é a que fica”, apresenta-te de uma forma neutra e elegante e informa-te sobre os códigos de vestuário e a cultura da empresa a que te propões. De facto, existem empresas mais formais e outras mais informais, portanto deves adequar o teu vestuário consoante a empresa e o cargo a que te candidatas. Evita sempre roupas extravagantes e demasiado ousadas. As mulheres devem evitar maquilhagem muito proeminente e saltos muito altos.A postura física e comportamental é muito relevante em entrevistas de emprego

Relativamente à postura, aposta na simpatia sem exageros e no cumprimento de regras de educação básica. A verdade é que um candidato sorridente e bem educado causa uma melhor impressão no entrevistador do que um candidato demasiado sisudo. Outro aspeto bastante importante é o tom de voz. Falar muito alto causa uma impressão extravagante e falar muito baixo passa uma impressão de insegurança.

Durante uma entrevista de emprego nunca, mas mesmo nunca mexas no telemóvel, não estejas sempre a olhar para o relógio como se estivesses com pressa nem mastigues chicletes. Estes são os três erros comportamentais mais comuns nestas situações.

3. Estar preparado para a entrevista

Antes de te apresentares para uma entrevista, procura saber mais sobre a empresa. Tenta perceber o mercado em que atua e quais os seus concorrentes. Ao mesmo tempo, tenta perceber os seus valores organizacionais, a sua história e cultura organizacional e as características que mais prezam nos seus colaboradores. A maior parte dos recrutadores fazem este tipo de questões para avaliar o grau de interesse do candidato, e este é um dos parâmetros onde podes “ganhar pontos”.

4. Fazer perguntas coerentes

Uma entrevista de emprego não é apenas uma sessão de perguntas feitas pelo recrutador, por isso deves colocar perguntas de forma organizada e coerente. Esta atitude demonstra interesse pela vaga a que te candidatas e, ao mesmo tempo, permite-te obter conhecimentos sobre o cargo e a própria empresa. Evita responder de forma monossilábica (o típico “sim”, “não” ou “talvez”) porque isso demonstra insegurança, nervosismo e incapacidade de lidar com a pressão.

5. Não mentir

Não mentir é uma regra de ouro no processo de recrutamento e de seleção. Não te esqueças que todas as informações fornecidas no currículo e nas entrevistas são, posteriormente, alvo de confirmação. Restringe-te sempre apenas e só à verdade.

6. Não expressar comentários negativos relativamente a ex-chefias

Um dos erros mais comuns numa entrevista de emprego é criticar negativamente os empregos, os colegas e as chefias anteriores. Este tipo de comportamentos revela uma enorme falta de profissionalismo, imaturidade e anti-ética. Falar do passado apenas é permitido para destacar aspetos positivos dessas experiências. Porém, nunca deves focar-te demasiado nestes temas, pois o que importa é o futuro.

Sabias que…

… expressar comentários negativos relativamente a anteriores chefias é a segunda pior causa de fracasso enunciada pelos empregadores?

 

 

———————————————————————————————————————————————–

Queres ler mais artigos que preparamos para ti?

Desporto Universitário: Porquê praticar?

2019-02-05T11:05:42+00:00By |Artigo UPrise|

Leave A Comment

+ Subscreve já!

Subscreve já!