Para que uma empresa atinja o sucesso, é necessário que todas as suas áreas/departamentos funcionem em sintonia. Ainda existem muitos empresários que defendem que o sucesso do negócio se deve aos departamentos direcionados para as vendas e para o marketing.

Porém, na realidade, o sucesso sustentado é resultado dos esforços dos mais variados setores em simultâneo, onde o departamento de RH assume uma relevância dentro da organização.

“Sem as organizações e sem as pessoas que nelas atuam não haveria GRH”

A frase é de Chiavenato, mas a utilidade dela é para todos nós. A área de recursos humanos tem vindo a destacar-se cada vez mais no contexto empresarial e são cada vez mais os profissionais que enveredam pelo estudo desta área, através de mestrados ou pós-graduações. Mas o que importa saber é…

… afinal o que é a Gestão de Recursos Humanos (GRH)?

Quando pensamos em GRH, associamos automaticamente tarefas como recrutamento e seleção, entrevistas, contratação e demissão de colaboradores. Mas, na verdade, esta área é muito mais abrangente do que aquilo que possamos pensar.

Um gestor de recursos humanos é também responsável pela área do processamento de salários, pela análise de funções, pelos processos de integração de novos colaboradores ou até mesmo pela gestão de talento da empresa.

De forma mais simples, o departamento de RH é o responsável pela manutenção da relação entre a empresa e os seus funcionários, através de politicas estratégicas com vista a potenciar as capacidades e as qualidades de cada um dos seus colaboradores, bem como melhorar o ambiente de trabalho. Como o próprio nome diz, é a gestão das pessoas que integram a organização.

Que papel assume a GRH em contexto empresarial?

Os gestores de recursos humanos atuam na organização com o intuito de demonstrar aos colaboradores o apreço e o valor que cada um deles representa para a empresa. Uma empresa ou organização que se preocupa e valoriza os seus funcionários, consegue mantê-los mais satisfeitos e motivados, tornando-se assim mais produtivos e indispensáveis para a mesma.

Uma boa gestão de RH implica adequar o perfil dos funcionários, as suas habilitações e competências ao cargo que exerce. Só assim cada pessoa estará empenhada ao máximo a fim de atingir os objetivos e as metas estratégicas da empresa.

E os benefícios de uma boa GRH?

Uma boa GRH é baseada em várias políticas estratégias com vista a melhorar a organização. Obviamente que as medidas implementadas numa empresa e que surtem sucesso poderão não surtir esse efeito numa outra empresa. Isto deve-se a várias questões, nomeadamente: o facto de os colaboradores não serem os mesmos, os tipos de negócios serem outros ou até mesmo os problemas intrínsecos a cada organização serem completamente distintos. Ou seja, cada empresa deve adotar as medidas que melhor se adequam à sua realidade.

Algumas dessas medidas estratégicas passam por:

  • Avaliações de desempenho constantes;
  • Análise da organização da empresa;
  • Perceber o perfil de cada colaborador;
  • Oferecer a possibilidade de progressão na carreira.

Uma boa seleção de funcionários e uma gestão eficiente dos recursos humanos é a receita básica de como melhorar o ambiente em contexto laboral, que pressupõe colaboradores satisfeitos e cooperativos. Os exemplos de medidas expostas contribuem, substancialmente, para o aumento da produtividade das empresas.

De facto, a área da gestão de recursos humanos é uma necessidade comum a todas as empresas. Uma empresa, para ser bem sucedida, tem de encarar esta área como fundamental para um crescimento sustentado.

 

———————————————————————————————————————————————–

Queres ler mais artigos que preparamos para ti?

Línguas Aplicadas

2019-01-18T02:24:44+00:00By |Artigo UPrise|

Leave A Comment