A Festa das Latas em Coimbra

Em Coimbra, vive-se no início de cada ano letivo da Universidade, a Festa das Latas e Imposição de Insígnias. Esta festa é popularmente conhecida como Latada.

Início da tradição da Festa das Latas

A Latada é uma tradição que se diz ter-se iniciado no século XIX. Começou por ser feita nos últimos três dias de aulas. É dito que os estudantes usavam latas para fazer barulho e celebrar o final do ano.  Para além desse festejo, faziam a imposição das insígnias e a iniciação dos caloiros, com o batismo. Nos anos 50/60 mudou-se a Latada para o início do ano, enchendo a cidade de ambiente académico, para marcar a chegada dos estudantes.

caloiros vestidos para cortejo da latada

A Serenata

As festividades iniciam-se com a tradicional Serenata. Esta Serenata tem por hábito realizar-se na Sé Nova. Os estudantes reúnem-se, padrinhos e madrinhas abrigam os seus afilhados por baixo das suas capas. A serenata inicia-se à meia-noite em ponto e quando se ouvem os primeiros acordes, faz-se silêncio.

Cortejo da Latada

Durante a Festa das Latas, existe o tradicional cortejo. Inicialmente, cada faculdade realizava o seu próprio cortejo. Porém, com o tempo, o aumento de alunos e por questões logísticas, optou-se por juntar tudo num só cortejo. É tradição serem os padrinhos e madrinhas a fazerem as roupas/fantasias para os caloiros vestirem durante o cortejo. Essas fantasias incorporam a cor da sua faculdade e outros temas que cada curso decide.

Antes do cortejo, é habitual os caloiros organizarem uma ida ao supermercado. Nesta ida são tirados, alguns carrinhos de compras. Estes são utilizados no transporte de bebidas e comida durante o desfile.

É também habitual alguns estudantes levarem um nabo para o cortejo. Geralmente, os finalistas de cada curso pedem às pessoas importantes nas suas vidas para trincarem o seu nabo. Depois disto, trocam-se três beijos na cara com o finalista e talvez se receba um rebuçado para aliviar o sabor do nabo. Os finalistas devem também “grelar” a pasta, isto é, colocar uma fita da cor do curso em volta da mesma.

O cortejo termina no rio Mondego, com o batismo dos caloiros e o atirar do nabo ao rio.

Caloiros da academia de Coimbra

O recinto da Latada e as festividades noturnas

Todas as noites, os estudantes reúnem-se no recinto da Praça da Canção para uma noite de música, bebidas, comida e folia. Há concertos de diversos artistas e de tunas da academia. Há ainda uma tenda onde cada curso instala uma barraquinha de madeira. É hábito as barracas terem um tema, que varia de ano para ano, e ser feita uma crítica ou alusão a esse tema, através do nome ou decoração entre outros aspetos.

Coimbra marca, desta forma, o início do ano letivo dos estudantes universitários, numa tradição com cada vez mais história.

2018-11-03T22:26:26+05:30 By |Artigo UPrise|

Leave A Comment